Poesia de Sábado :

sábado, 18 de junho de 2011

“O DEUS DO AMOR”


Eis que vejo o mal a minha porta,
Meus inimigos querem destruir-me...
Meu coração e caminho oprimem,
Tudo parece não ter volta;

Aos olhos humanos, estou só e sem proteção.
Fecharam-se todas as portas pra mim,
Tudo parece ter chegado ao fim...
O medo ronda meu coração!?!

Porém não pode entrar!
Pois ele já esta ocupado...
Há um DEUS a me amar!

E no meu coração a habitar,
A minha certeza de vitória e salvação.
Minha fortaleza, o meu cantar,

Mesmo em meio, as muitas lutas,
Vou Te louvar, Ti amar JESUS!
Tu és a Estrela que me conduz!
E me consola durante as angustias!

Enxuga minhas lágrimas,
Transforma a tristeza em alegria!
Timidez em ousadia!
Livra-me da prisão e das algemas,

E me faz sentar junto aos grandes,
Coloca-me em seu reino de justiça.
Pra contigo também reinar!!!

Quem sou pra que me ame?!
Ou o que sou pra que me vejas?!
O que fiz pra que me salves?!

Diante dos homens nada sou,
Porém o SENHOR me resgatou!
Meu Pai, O GRANDE EU SOU!!!
Que sempre nos amou...

Aquele que eternamente existe,
O TODO PODEROSO,
Também O mais AMOROSO!
Que em SEU eterno amor insiste.

Em querer nos ver com ELE,
Só por SEU puro amor!
Que hoje a salvação só está NELE...

JESUS que morreu pra nos libertar!
Da morte eterna, do pecado e do inferno.
E aquecer nossas vidas e nos amar;

Aquecer nosso coração com o amor,
Que só existe mesmo em CRISTO,
Se existe outro amor? Eu divido!!!
O amor do mundo trás dor...

..morte, enganos, desilusão, destruição...
O SENHOR quer hoje ti resgatar,
E ti mostrar a verdadeira alegria de amar.
“SEI DA SUA DOR, ABRA AGORA SEU CORAÇÃO”...

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial
 
Copyright © 2015. Davi Filho.
Design by Herdiansyah Hamzah. Published by Mais Template.
Creative Commons License