Poema de Sábado

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

INESTINGUÍVEL MISTÉRIO

Quem seria capaz de explicar a razão
De Deus ter posto em risco os mundos não caídos
Quando deixou o Céu e à Própria condição,
Preferindo à canção de anjos nossos gemidos?

As marcas que Jesus exibe em cada mão,
De cravos em lugar de quem salvou sofridos,
Não doem como as marcas que em Seu coração
Existirão pela saudade dos perdidos.

Meu Salvador demonstra, ao optar por espinhos,
Riqueza que me faz questionar os valores
Sustentados por nossa escolha de caminhos:

Sendo que o orgulho ordena a todos que subamos,
Jesus desce e suporta agonias e dores,
Amando com amor tal que não lhe entendamos.




Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial
 
Copyright © 2015. Davi Filho.
Design by Herdiansyah Hamzah. Published by Mais Template.
Creative Commons License